Search
  • Marina Carli

Clean label: novos caminhos para um rótulo limpo



Quando pensamos em simplicidade em alimentos, o termo clean label se aplica muito bem. Esse conceito vem ganhando grande relevância no mercado, pois grande parte dos consumidores estão buscando por uma alimentação mais balanceada. Com isso, evitam ingredientes como açúcares, gorduras e sal, além de haver uma maior procura por ingredientes não artificiais.

Ainda vemos certa falta de clareza quando se fala de clean label. Segundo a pesquisa “Simplicity and Transparency” realizada pela Cargill, alguns consumidores dizem que são produtos com ingredientes naturais, já outros mencionam que são ingredientes que eles estejam familiarizados. Geralmente, os consumidores buscam evitar ingredientes que eles não conhecem ou não gostam, ao invés de buscar por ingredientes que alegam aspectos de saúde e nutricionais.


A facilidade de leitura e compreensão dos rótulos também é outro fator importante.

Ingredientes: quantidade x qualidade

Outro fator que é considerado em um produto clean label é o fato de a lista de ingredientes ser curta. Porém nem sempre uma lista curta significa que o produto possui um rótulo limpo. O contrário também é verdadeiro: um produto contendo uma lista longa, não deixa de ser clean label se seus ingredientes forem conhecidos e naturais.

Pense por exemplo em uma lasanha, uma comida típica e presente na casa de muitos de nós, ela requer vários ingredientes já que precisamos da massa, do molho e do recheio. Mas se você preparar a receita utilizando ingredientes simples e naturais ela continuará sendo “comida de verdade”. O que é bem diferente das lasanhas congeladas que encontramos no mercado.

Produtos clean label e desafios tecnológicos

Os aditivos para serem liberados para uso em alimentos, passam por uma serie de critérios para justificar o seu uso e a segurança para o consumidor. Com isso, durante décadas, esses ingredientes foram recursos importante, por exemplo, para a conservação de alimentos. No entanto, com a mudança no comportamento de consumo, essa nova tendência nos exige as mesmas garantias de segurança e qualidade do alimento, porém agora, sem o uso dos aditivos.

Então, qual é a solução? Problemas complexos como conservação, não são respondidos com respostas simples.

Pesquisas em desenvolvimento de novos produtos, veem sendo conduzidas nesse caminho e já temos recursos tecnológicos desenvolvidos. Como por exemplo, a liofilização e pasteurização por alta pressão, ou até mesmo os antigos processos de compotas e geleias.

A Ara acredita no movimento de menos é mais, os consumidores querem mais verdade e menos complexidade. Consulte os nossos serviços, podemos ajudá-lo no desenvolvimento de produtos clean label.

43 views

Telefone

55 19 99928 3322

Ara Food Movement © 2019 Designed by Wonder ID